Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2008

Novas mudanças

Buenas crianças

Diz a lenda que novas mudanças são sempre bem vindas, mas... será mesmo?
O medo e a insegurança que acompanham grandes mudanças causa um grande mal estar que chega a afetar a saúde... pelo menos a minha.
Muito nervosismo, ansiedade, dores, pensamentos confusos... uma série de fatores contribuem para este caos de sentimentos.
Mas algumas coisas são certas: a fé de que tudo irá dá certo, que todo esforço será válido, que uma boa recompensa virá e que lá, bem atrás do arco íris, existe sim um belo pote de ouro.

thought

Buenas crianças

Chega uma hora que a gente percebe aquele velho clichê.
Que nem tudo é como parece.
Que nem todo esforço vale a pena.
Que o problema as vezes está no outro e não em nós mesmos.
E que o nunca diga nunca as vezes é uma última arma... última aposta.
Não te dizem: "nunca diga nunca"?
E as vezes você não fala nunca justamente porque quer que a tal coisa aconteça?

Complexo?

Cevada

Falsidad

Buenas crianças

Penso neste post desde sexta. Ou seria quinta?
Mas uma idéia me veio agora.
Acredito que o mundo hoje em dia é todo falso. Ok, não podemos generalizar. Mas acredito que grande parte dele fora tomado por esta falsidade, seja ela de caráter, de aparência ou sabe-se lá do que mais.
O que você vê nas telas é falso. Ou é photoshop, ou uma maquiagem esconde as piores imperfeições, ou através de um plano ou da luz se difarça uma coisa aqui, outra ali.
E também existem os milhares de artigos falsos: jogos, eletrônicos, roupas, calçados... uma infinidade de coisas.
E quando o dinheiro é falso? Já tiveram o desprazer de pegar uma nota sem valor? E quando além de pegar a nota sem valor você dá um produto e troco para o infeliz? Garanto que é uma sensação nem um pouco agradável.
O comportamento do vizinho que critica consegue ser pior que o do criticado. Sabem aqueles lances dos esquenta bancos de Igreja? Estão lá todo domingo, mas se comportam de uma maneira que nem se compara com o de …

Sounds of life

Buenas crianças

Quase um mês se passou, tanta coisa aconteceu e nada relatado neste espaço. No último post existia uma grande empolgação com o início das Olímpiadas e uma grande espectativa de medalhas. Algumas surpresas emocionantes, outras nem tanto, mas o que tenho a dizer é que o espírito olímpico se foi outra vez e agora só daqui há 4 anos, em Londres desta vez.

Uma coisa que me chamou muito a atenção. Estes dias eu estava no carro, conversando com uma tia e me veio um pensamento. Eu não tenho memória para a maioria das coisas: livros, filmes, fatos, etc. Mas a única coisa que eu consigo armazenar com muito sucesso na minha cabeça são letras de música. E é engraçado isso. Imagine só: Eu, uma quase bacharel em rádio tv, se assisto um filme hoje daqui duas semanas já não me recordo de grande parte e daqui há um mês não me lembro de nada. O filme Brilho eterno de uma mente sem lembranças é um exemplo. Adorei (disso eu lembro), mas não me lembro da história em si. Se alguém me pergunta…