Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2009

O aleatório

Um dia de sol e céu azul onde tudo vira festa, alegria, sorrisos verdadeiros.
As horas que passam, mas retrocedem. Sem medo, sem culpa.
Quero que aquele azul reflita naquele sorriso e que o sorriso esteja sempre comigo.
Quero que aquele dia seja também os outros dias. Uma rotina prazerosa que consegue surpreender tudo que é costumeiro.
E assim pareço achar algumas pegas que levam atrás do tal arco íris.
A terra escondida, perdida. Sempre presente.

er!

A arte de enrolar com as palavras é também um prazer
Por convencer,
Por sempre dizer,
Sem se conter,
Mesmo que sem proceder,
Mesmo sem perceber,
Que causa explosões em que se atrever,
a ler,
E que sinto pena se alguém perder,
Na verdade rezo para ninguém ver,
Pois no futuro, apenas bobagem vão parecer,
E não vale a pena entender,
Correr,
Viver,
Morrer,
Ser!