Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

Je suis fatigué

Pois é... chega uma hora que a gente simplesmente esquece o sentido de certas coisas.
A gente simplesmente esquece de se preocupar com detalhes ou etiquetas.
A gente simplesmente faz porque quer, nem que seja simplesmente por fazer.
Para que se preocupar com sonhos se podemos simplesmente... viver?
Planos? Objetivos? Esquemas táticos? Para que?
Para ver que será necessária uma manobra arriscada e radical buscando o sucesso do final já pensado?

Poisé... já não penso mais, pois parece mais fácil.
Cansei de complicar, o que eu quero é simplesmente me jogar e correr atrás do pelotão de elite, mesmo sendo uma jovem iniciante que mal caminha com estas longas pernas.
E se você continua aqui procurando um sentido, sinto lhe dizer, mas... espero que seu lado abstrato seja bem composto de dialetos e significados.

Je suis fatigué!

E o blogspot comeu tudo

Quando eu sinto o silêncio dando espaço para o pensar sou surpreendida pelo ritmo frenético de pensamentos contraditórios, confusos, intrigantes, inquietantes.

E assim o pensar me incomoda, me dói... está longe de dar prazer.

Porque tudo é muito complicado e complexo. As coisas mudam na velocidades da luz. As coisas surgem, desesparecem, nascem, crescem, se reproduzem, se multiplicam montando um circo na minha cabeça.

Não vou tentar relembrar o que eu escrevi, mas o sistema comeu. Vou gastar horas dormindo. Vou continuar vendo os dias vindo e indo porque por enquanto isso não me incomoda. Espero um dia não me arrepender, nem viver de "e se".

Não quero sair ou entender o meu mundo porque no fundo tenho medo do que encontrar.

Medo este que é uma constante na minha vida.

Mas por enquanto comparo cantores com atores e médicos que fazem parte de um acesso restrito.

Pessoas inalcansáveis como as princesas para os plebeus.

E isso é problema seu ou meu?

Problema de ninguém.

Solução…