Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2013

That's it!

O que eu sinto neste momento é que meus interesses mudaram. E o que antes me fazia rir agora não me faz sentir nada. As horas devem ser investidas e não desperdiçadas. O tempo está passando e ninguém está vendo, aliás, eu não estou vendo. E tudo aqui se trata do meu ver, pensar ou ser. Acho que está chegando a hora. E por hora? Chega!

On the road

Imagem
On the Road – Florianópolis
Em dezembro de 2011 resolvi enfrentar um medo idiota meu: o de viajar sozinha. Era algo que eu vinha trabalhando na terapia: o que de errado poderia acontecer? Eu ficar triste? Não ter com quem conversar? Uma vontade louca de querer ir embora para a minha terra? Dezenas de dúvidas bestas passavam pela minha cabeça, mas num ato de coragem reservei o Hostel, comprei as passagens e lá fui eu.
Meu único arrependimento estava na escolha que eu fiz no início da viagem: ir de ônibus, a pior decisão ever. Sai do trabalho as 21h00 na sexta feira como de costume e peguei o ônibus às 22h30 no Tietê. Fazia muito tempo que eu não entrava em um ônibus, por isso nem lembrava que o corredor não era tão extenso, nem existiam tantos assentos como num avião. Para mim não teria nenhum problema se não fosse a passageira ao meu lado que sentou com a filha de uns 5 anos no colo que de hora em hora me acordava com algum chute.

O ônibus parou em Joinvile, Balneário Camboriú entre…